João Pires & As Deslumbrantes Guitarras de Guarida

João Pires, compositor e guitarrista português, tem na pegada da viola um universo, dos mais interessantes que se pode encontrar num instrumentista lusófono. Acaba de lançar o terceiro álbum a solo, intitulado “Guarida”, já disponível em todas as plataformas digitais, que apresenta dia 22 de Setembro na Biblioteca de Marvila.

No dia 22 de Setembro o disco será apresentado pela primeira vez ao vivo, pelas 21h00, na Biblioteca de Marvila. Neste espetáculo, para além da sua guitarra, João Pires vai fazer-se acompanhar de André Xina (Xafu, Imidiwan) na programação electrónica e Juninho Ibituruna nas percussões. Os bilhetes encontram-se já disponíveis em https://shotgun.live/.

O longa duração, composto por nove temas inéditos, que contou já com dois singles de avanço, “Jangada” e “CAÊ”, é composto por um repertório instrumental baseado no diálogo da sua guitarra com paisagens electrónicas e ritmos afro-lusofonos. Uma viagem onde se fazem sentir as suas raizes da Beira-Alta, as andanças nas ruas do fado, as viagens pela Espanha Andaluza, África, e claro, o Brasil. A apresentação do disco Guarida tem uma vertente visual forte que combinado com a música cria uma experiência sensorial única. 

«Passei boa parte de 2021 a trabalhar num álbum novo. Será o terceiro álbum a solo e o sexto da minha discografia. Tem tempo que queria registar uma obra voltada para o instrumento que me tem acompanhado ao longo da vida: a viola! A pandemia acabou por ser um portal, pois deu-me o tempo e o espaço. Permitiu-me mergulhar em rascunhos que fui acumulando ao longo de viagens, reflexões, emoções, vivências  e encontrar  um argumento honesto que contasse uma história através destas canções. Foi um processo maravilhoso, que me trouxe ânimo e abrigo enquanto o mundo tendia a arder lá fora. Entre retiros na Beira Alta com a família e em casas de amigos fui gravando os temas a pouco e pouco.  Junto comigo nesta empreitada musical, o Juninho e o Xina, que trouxeram o universo deles eletro-acústico tão peculiar», partilha João Pires.

O músico vive entre Portugal e o Brasil, uma vida dedicada ao instrumento, à composição e aos grupos Coladera (PT/BR) e Cordel (PT). Já colaborou e compôs para muitos e respeitados artistas, entre eles, Salvador Sobral, Sara Tavares, Aline Frazão, Jazzanova, Dino Santiago, Buba Espinho, Pedro Moutinho… Mestre da guitarra, conta com mais de 10 anos de carreira e já se apresentou nos mais importantes palcos internacionais, como Montreux Jazz Festival, Brasil Summerfest (EUA), Bimhuis (Países Baixos), Cantos da Maré (Espanha), Budapest Ritmo (Hungria) e Global Copenhagen (Dinamarca), e os nacionais como a Casa da Música  no Porto ou no Festival de Músicas do Mundo em Sines.

Com o lançamento deste novo trabalho, é lançado também um novo videoclipe do tema Aragem (Mazurka n°2), no canal de YouTube do músico. Disparem o vídeo e também, em cima, o deslumbrante disco.

Leave a Reply