Bad Monkey Overdrive, As Alternativas ao Hype

O preço dos pedais Bad Monkey Overdrive da DigiTech disparam em mais de 1000% depois de Josh Scott mostrar como soam indistintos de um lendário Klon Centaur. Eis algumas alternativas ao hype, muito mais baratas.

Poucas figuras no mundo da guitarra eléctrica e das stompboxes possuem tamanha influência no mercado como Josh Scott, o fundador da JHS Pedals. Scott é considerado por meio mundo uma autoridade no que concerne aos pedais de efeitos. Para o comprovar, bastaria recordar o impacto que a sua opinião favorável do baratíssimo Super Fuzz 300 teve no desempenho de vendas dessa unidade. E vale a pena saudar a Behringer por ter mantido os preços do pedal.

Agora, Scott demonstrou mais uma vez a influência que tem sobre o mercado de segunda mão ao fazer uma demonstração de mais um pedal acessível, resultando num enorme aumento da procura. Todavia, desta vez, a oferta não conseguiu acompanhar esse fenómeno e o resultado são preços loucos. Josh Scott endossou altos louvores ao DigiTech Bad Monkey – um pedal de overdrive lançado em 2004, e entretanto descontinuado.

Ao longo dos anos, o pedal tem sido alvo de ‘mixed reviews’, mas depois dos elogios de Scott, o seu preço original de 59 dólares disparou para os 650. No seu canal YouTube, o guru da JHS Pedals fez um comparativo entre o Bad Monkey e alguns dos mais aclamados pedais de overdrive actuais.

É uma espantosa margem para o que em tempos foi um pedal ao estilo Tube Screamer bastante acessível, e não há dúvida de que este processo escalou sem controlo, particularmente, após a comparação com o mítico e caríssimo Klon Centaur, que é considerado o Santo Graal dos pedais de overdrive. Todos os que viram o vídeo (publicado no dia 14 de Março) terão ficado de queixo caído ao ouvi-lo ser alternado com o infinitamente mais barato DigiTech Bad Monkey, sem diferenças de som significativas.

Bom, se ficaram impressionados com o vídeo e o som do Bad Monkey, já não há grande volta a dar. Esses 59 paus já lá vão e agora é basicamente necessário rebentar um mês de salário mínimo para ter um exemplar. Podíamos dissertar longamente sobre a natureza especulativa do mercado de segunda mão, mas isso não leva ninguém a lado nenhum.

Felizmente, o pessoal da Guitar World apresentou uma lista de cinco alternativas ao Bad Monkey que subscrevemos. Vamos lá então ver esses pedais, cuja alternativa mais económica é o EHX East River e a mais dispendiosa (e ainda assim apenas um terço de 650 paus) é o Seymour Duncan 805.

WAMPLER TRIUMPH | O Wampler Triumph é nada mais, nada menos que um pedal baseado no circuito original do Bad Monkey. Os três botões de EQ têm uma enorme espectro, tornando-os incrivelmente versáteis e precisos na definição do teu som. O switch Smooth/Punch faz exactamente aquilo que descreve a sua designação, suavizando o som para ajudar a integração numa mistura ou acrescentando ataque para permitir relevo durante um solo. Jacks 1/4”. True bypass. Pilha 9V ou fonte de alimentação na mesma potência.

WAY HUGE SMALLS GREEN RHINO MKV | Um dos pedais mais vendidos da Way Huge, o Green Rhino pega no esquema do Tube Screamer e acrescenta-lhe algumas características surpreendentemente úteis que o tornam um dos pedais de drive mais versáteis que há por aí. Juntamente com o tradicional conjunto de controlos que se obtém num clone TS, o Smalls Green Rhino está também equipado com marcadores ‘Freq’ e ‘Curve’ que oferecem algumas opções interessantes para experimentação sónica. Podes utilizar um recorte de 100Hz ou 500Hz ou um roll-off de alta qualidade para ajudar a moldar o som. Jacks 1/4”. True bypass. Pilha 9V ou fonte de alimentação na mesma potência.

SEYMOUR DUNCAN 805 | Outro pedal que pega no alinhamento clássico de um Tube Screamer e lhe dá um twist é o 805 da Seymour Duncan. Um pedal de overdrive que pode fornecer praticamente qualquer som que se possa pensar. O acréscimo de três controlos EQ proporciona um espectro de acção impressionante e também podes utilizá-lo como um pedal clean boost. A amplitude do botão de overdrive permite variar entre um crunch sofisticado e saturação de gain selvática, passando por tudo o que fica no meio. Jacks 1/4”. True bypass. Pilha 9V ou fonte de alimentação na mesma potência.

EARTHQUAKER DEVICES PLUMES | Não tem controlo de graves, mas continua a ser um brilhante clone TS. O EarthQuaker Devices Plumes destaca-se pelo switch de modo de três vias que, partindo de um simples pedal de drive, se torna em algo muito mais versátil, permitindo ir muito além da imitação do famoso pedal verde. O primeiro modo possui um crunch dentro da melhor tradição Marshall, o segundo modo actua como um clean boost e, por fim, o terceiro modo dá-nos o famoso drive sobrecarregado de médios de um Tube Screamer. Jacks 1/4”. True bypass. Fonte de alimentação 9V.

ELECTRO-HARMONIX EAST RIVER DRIVE | Se a ideia é realmente poupar dinheiro e não vos preocupa uma capacidade de controlo mais reduzida, não há como errar com o Electro-Harmonix East River Drive, que oferece o setup tradicionalmente simples da marca com um som overdrive fantástico. Tal como o pedal em que se baseia, apresenta três controlos simples que lhe dão grande flexibilidade na marcação do som de drive dos deuses do rock. Não faz mais do que isso, mas se estiveres apenas à procura de um clone TS de som excelente e preço verdadeiramente acessível, não é preciso procurar mais. Jacks 1/4”. True bypass. Pilha 9V ou fonte de alimentação na mesma potência.

2 pensamentos sobre “Bad Monkey Overdrive, As Alternativas ao Hype

Leave a Reply